简体中文NederlandsEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol
Home > Destinos Incríveis > Aproveite o próximo feriadão e venha conhecer lugares imperdíveis na Bahia

Aproveite o próximo feriadão e venha conhecer lugares imperdíveis na Bahia

Publicado em: 15/03/2019


Para quem pensa que o turismo na Bahia só acontece durante o verão, saiba que em qualquer época do ano, chovendo ou fazendo sol, com calor ou fr4io, sempre há um lugar para se conhecer e aproveitar as férias ou mesmo aquele final de semana prolongado provocado por um feriadão. Até o próximo verão, o ano ainda conta com vários finais de semanas e feriados. Aproveite alguns deles e conheça lugares maravilhosos que só na Bahia há.

São várias as opções nas 13 zonas turísticas, que vão do litoral, em duas direções – Norte e Sul – e com 1.200 quilômetros de praias, enseadas e baias, ao Sertão e Vale do Rio São Francisco, ou mesmo Salvador e o Recôncavo baiano, sem falar nas ilhas e praias da baía de Todos os Santos. Francisco. Com opções variadas, desde a imensa variedade de praias à cidades históricas e sítios históricos, escolha o seu destino e programe a sua viagem. A época, qualquer que seja, sempre é uma agradável aventura. O difícil, contudo, é saber por onde começar e qual destino escolher.

Chapada Diamantina – Você já dever ter ouvido ou visto fotografias da Chapada Diamantina. Portanto vá ver de perto e confira belezas inigualáveis, como as cidades Lençóis, Mucugê e Morro do Chapéu. Mas na Chapada Diamantina há destinos ainda a serem explorados ou que são poucos conhecidos, como as cachoeiras e grutas de Iramaia, trilhas de antigos garimpos e uma faiun a e flora de tirar o fôlego.

– Morro do Pai Inácio – Uma subida que requer muito preparo, mas que ao chegar ao alto, compensa pela imensidão à frente e abaixo do Vale do Paty e do Capão. São 20 minutos de caminhada em uma subida de 1.200 metros.

– Vale das Grutas – Lá´[a existem as opções da Gruta Azul, Gruta da Pratinha, Gruta Lapa Doce e Gruta da Torrinha. E são locais onde se pode praticar stand up, caiaque, pedalinho, tirolesa, fazer sessão de fotos aquáticas e massagens.

– Poço do Diabo – Só o nome assusta, pois o local é de fácil acesso, após uma caminhada de 15 minutos. São seis metros de profundidade, e as pessoas costumam praticar o rapel e tirolesa.

– Cachoeira da Fumaça – É considerada a segunda maior cachoeira do Brasil, com 340 metros de queda. Para se chegar ao local são seis quilômetros de trilha.

– Poço Azul – O poço tem profundidade de até 16 metros e por conta das águas transparentes e azuis, é possível observar formações rochosas no fundo do poço.

Ilha de Boipeba – Fica na Costa do Dendê, entre Valença e Camamu e é um dos lugares mais procurados do litoral baiano. Não entra carro na localidade e por isso mesmo, as vilas e praias mantém aquele ar de sossego, mesmo estando próximo à capital. Na mesma localidade, é possível visitar Moreré, mais rústica e não menos paradisíaca.

Morro de São Paulo – O trajeto tem que ser sempre por barco, ou de Salvador, de Valença ou Camamu. Apesar da enorme badalação, lá não circulam carros. Morro, na Ilha de Tinharé, município de Cayru, possui características únicas, sendo ao mesmo tempo um lugar para todas as idades e é um ótimo lugar para relaxar, curtir e conviver com as maravilhas paradisíacas do local.

Porto Seguro/Trancoso/Arraial D’ajuda – Esse programa três em um, na Costa do Descobrimento, é o segundo destino mais procurado na Bahia, depois de Salvador. As três locali9dsades são interligadas e próximas entre si, mas com características próprias. A região possui ótima infraestrutura de serviços, hoteleira e gastronômica. Porto Seguro é mais frequentado por famílias e possui hotéis para todos os gostos e bolsos. Trancoso é um dos destinos mais badalados da região e virou moda inclusive entre os famosos. Já Arraial D’Ajuda é mais para aventureiros, mas possui boas pousadas e hotéis.

Itacaré – A meio caminho de Ilhéus é a Baía de Camamu, é o paraíso dos surfistas e de quem gosta de badalação o ano todo. Oferece uma variedade de atrações, com praias paradisíacas ideais para os surfistas e turistas do mundo todo. Para chegar nos lugares mais encantadores da cidade é preciso fazer trilha, com o uso de caiaques, canoas, bicicletas e jipes. A vila possui bons hotéis e restaurantes com comidas regionais e internacionais,

Ilhéus – A chamada “Terra de Jorge Amado” é o município com o maior litoral da Bahia, e se tornou conhecida devido as plantações de cacau, que fizeram a cidade se desenvolver e influenciou na arquitetura e no centro histórico da cidade, e, também, por ser cenário das obras do escritor Jorge Amado. Praias, passeios históricos, visitas a fábrica de chocolate, bares, restaurantes e cenários físicos dos livros do escritor baiano. Escolha…

Praia do Forte- Pertinho de Salvador, pela Linha Verde (Estrada do Coco). A vila da Praia do Forte conta com restaurantes, bares, pousadas e ainda é possível encontrar resorts um pouco mais distantes do centrinho. Conhecida também pelas festas que ocorrem durante o verão, o local chama a atenção do público jovem. E para quem curte uma programação mais light, há ainda o Projeto Tamar (programa que cuida das tartarugas marinhas que vivem no local).

Barra Grande – Chamada de Polinésia Brasileira, fica na Península de Maraú, na Baía de Camamu. O vilarejo de Barra Grande, de onde se tem acesso às inúmeras praias, tem acesso complicado, pois só se chega de barco. Por isso mesmo o local conserva ou charme e a natureza quase que virgens. Tem praias desertas com águas calmas, sem ondas, algumas cabanas simples que oferecem bebidas e tira-gostos, lagoas, piscinas naturais e mangues.

Península de Maraú – São 40 quilômetros de praias, em uma das áreas mais reservadas do estado devido ao difícil acesso à região. A maioria das praias tem piscinas naturais lotadas de peixinhos, recifes, manguezais, campos naturais e trilhas ecológicas.

Paulo Afonso – No coração do sertão baiano e berço do complexo hidrelétrico do São Francisco, com várias usinas e barragens. Na parte histórica, a história do sertão e do cangaço de Lampião, no Museu Casa de Maria Bonita, sítios arqueológicos que contam com pinturas rupestres datadas de nove mil anos e reservas indígenas e biológicas. Para quem gosta de passeios e aventuras, a queda d’água do Rio São Francisco e o passeio pelos cânions do Velho Chico.

Caraíva – Fica na área do

Parque Nacional de Monte Pascoal, marco da chegada dos portugueses ao Brasil, por isso é um bom destino para quem procura uma cidade histórica com incríveis belezas naturais. O principal point turístico é a Praia da Barra, onde é possível encontrar, comidas, bebidas e o famoso artesanato feito pelos índios pataxós.

Baía de Todos os Santos – Pode ser um passeio pela Ilha de Itaparica, na terra onde por vários anos viveu e orou o escritor e poeta João Ubaldo Ribeiro, ou ir à Ilha dos Frades, e desfrutaras águas cristalinas e mansas da Praia de Nossa Senhora de Guadalupe, uma das poucas a obter o Selo Azul Internacional pela qualidade e balneabilidade.

A Baía de Todos os Santos, cuja ponta está Salvador, é a maior baía do Brasil e considerada a segunda maior baía do mundo, depois do Golfo de Bengala. É ideal para quem quer relaxar e, também, para quem gosta de mergulhar. São 300 quilômetros de bordas, reentrâncias, foz, enseadas e uma segunda baia, a de Iguape, na foz do segundo maior rio da Bahia, o Paraguaçu. São 56 ilhas, a maioria desabitadas, mas das quais se sobressaem Ilha dos Frades, Ilha de Maré, Ilha de Bom Jesus e a Ilha do Medo. O seu entorno estão cidades históricas como Cachoeira, Candeias, Itaparica, Jaguaripe, Madre de Deus, Maragogipe, Muritiba, Nazaré, Salinas da Margarida, Santo Amaro, São Félix, São Francisco do Conde, Vera Cruz e Saubara, além de Salvador.

Compartilhar: