简体中文EnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol

Destinos Incríveis

Marlin Azul é atração no litoral Sul da Bahia


Postado em: 11/05/2018
Por: Adilson Fonsêca

Não só em terra se faz turismo na Bahia. Com seus 1.100 quilômetros de litoral e duas das maiores baías, a de Todos os Santos, próxima a Salvador, a maior do País, e a de Camamu, entre Valença e Itacaré, a mais profunda, o litoral baiano é um filão de opções de turismo e lazer, desde as águas tranqüilas e mornas, para a prática esportiva, mergulho e natação, ao mar revolto e cheio de ondas para os esportes mais radicais, como o surf.

No meio dessas opções, contudo, a pesca oceânica se sobressai como uma opção para quem gosta de aventuras e desafios. E nesse cenário, a estrela maior é o famoso Marlin Azul, peixe de grandes profundidades e que chega a pesar até 700 quilos, sendo um dos mais cobiçados pelos esportistas e que costuma freqüentar as águas profundas do Oceano Atlântico, entre os municípios de Itacaré e Canavieiras, no Sul da Bahia.

Localizada bem no centro da costa atlântica brasileira, o maior berçário do Marlin Azul. Canavieiras é a saída marítima mais próxima do banco Royal Charlotte, um prolongamento da Plataforma Continental Brasileira que se ergue a mais de 2.000 metros de profundidade, formando um anteparo às correntes marinhas submersas, alterando a temperatura da água e beneficiando a fauna local, o que atrai para perto os grandes peixes predadores, inclusive o Marlin Azul. O banco fica a aproximadamente 45 quilômetros da costa e se estende por mais 40 quilômetros mar adentro.

Nos meses entre outubro a abril, os cardumes do Marlin Azul costumam migrar para o litoral Sul da Bahia, mas precisamente no banco Royal Charlotte, onde se alimentam de cardumes de atuns e dourados, espécimes de peixes que lhes são os alimentos preferidos. É quando se inicia a temporada de pesca, que começa a 20 milhas (aproximadamente 40 quilômetros da costa) e acompanha todo o relevo do banco submarino onde os marlins costumam ficar.

Quem faz
Além de pescadores da região, o Yacht Clube da Bahia realiza torneios de pesca oceânica há mais de 50 anos. E é tão importante para os sócios quanto para outros adeptos do esporte em todo o estado, uma vez que o Clube é a única instituição autorizada pelo Ministério da Pesca e Aquicultura a organizar campeonatos na Bahia.

As principais competições são realizadas em Salvador e no Banco Royal Charlotte, localizado no sul do estado e considerado um dos 10 melhores pesqueiros do mundo.
Com foco na preservação das espécies e na responsabilidade social, o Clube tem se tornado cada vez mais rígido nas regras dos campeonatos, incentivando a prática do “pesque e solte”, que tem como premissa a devolução dos peixes fisgados ao mar ainda com vida. Já os capturados e embarcados são doados para instituições de caridade.

O que é o Marlin Azul

O marlim-azul ou espadarte-azul (Makaira nigricans) é um peixe oceânico, de águas tropicais do Atlântico e do Pacífico. Chega a medir até 4 metros de comprimento. O mais pesado pescado no Brasil alcançou 750 kg. No litoral de Canavieras, o maior peixe foi pescado em 2014, com 427 quilos.

Compartilhar:

Outras
Notícias