简体中文EnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol

Passeios

O que fazer em Porto Seguro! É tudo tão incrível

Postado em: 22/12/2018

Quilômetros de falésias coloridas a perder de vista, recifes de corais, vegetação de Mata Atlântica… não foi à toa que os portugueses se encantaram com as terras que acabavam de descobrir enquanto buscavam o caminho para as Índias, transformando a região de Porto Seguro, no Sul da Bahia, no berço do Brasil.

Mais de quinhentos anos depois, as belezas naturais que conquistaram Cabral e sua turma continuam sendo as responsáveis pela leva de turistas que chegam por terra e ar. Mas elas não são mais as únicas razões.

Os títulos de Patrimônio Histórico Nacional e de Patrimônio Natural da Humanidade não foram conferidos por acaso. Porto Seguro guarda com carinho suas riquezas culturais, arquitetônicas e naturais, reunindo-as hamoniosamente. Da cultura dos índios pataxós ao Parque Marinho Recife de Fora, incluindo museus e prédios históricos, a preservação é uma constante.

O que fazer em Porto Seguro:

Ir a Porto Seguro requer pique para curtir a animação das barracas de praia durante o dia e as festas que rolam à noite. Mas para repor as energias, há passeios relaxantes, longe do axé ou da lambaeróbica. Alugar um bugue é a melhor opção para fugir dos tours em grupo, que nem sempre oferecem o que há de melhor em cada lugar. É também uma forma de circular pelos diversos atrativos naturais e históricos da região, que não ficam muito próximos do Centro.

Cidade Histórica

O primeiro núcleo habitacional do Brasil fica em Porto Seguro e se concentra na área também denominada Centro Histórico. Instalado no topo de uma falésia debruçada sobre a orla, o espaço abriga imponentes prédios – destaques para o Marco do Descobrimento, trazido de Portugal por Gonçalo Coelho em 1503; a Igreja de Nossa Senhora da Pena (padroeira da cidade) com torre em louça de Macau; e a Casa de Câmara e Cadeia, que abriga o Museu de Porto Seguro, totalmente restaurado.

Passarela do Descobrimento (Passarela do Álcool)

Misto de shopping center com zona boêmia, a Passarela do Descobrimento (mais conhecida como Passarela do Álcool), no Centro da cidade, é o ponto de encontro para o pré-night. Por lá estão lojas de artesanato e souvenirs, butiques, bares e restaurantes que ganham a companhia de barracas de batidas ao entardecer. É o melhor lugar para degustar a culinária típica baiana e também delícias à base de frutos do mar. No finalzinho da passarela, na travessa conhecida como “O Beco”, concentram-se alguns dos bares e restaurantes mais aconchegantes e sossegados da área.

Parque Nacional do Pau-Brasil

Aberto em novembro de 2016, o parque fica no distrito de Vale Verde. Entre os atrativos espalhados por seus 19 mil hectares de mata Atlântica estão seis trilhas sinalizadas para adeptos do trekking, ciclistas e cadeirantes, além de áreas para piquenique, mirantes, cachoeira e o “Refúgio do pau-brasil” – área que reúne árvores de até 800 anos de idade ao lado de um berçário de pau-brasil.

Por lá, aliás, está a maior população da árvore que deu nome ao país. A biodiversidade, porém, é gigantesca: a área protege mais de dez mil espécies da fauna e flora da mata Atlântica, algumas endêmicas (só existem no local), além de importantes recursos hídricos.

Borboletário Asas Mágicas

Aberto em 2015, o borboletário Asas Mágicas é indicado para as famílias. Entre as atrações, o Tour nas Estufas – são três, onde centenas de borboletas voam livremente; e a Visita ao Laboratório, onde é possível acompanhar as diferentes fases de desenvolvimento do inseto: o ovo, a lagarta e o casulo. Com sorte, é possível assistir ao nascimento de uma borboleta – cerca de 50 nascem todos os dias!

E ainda tem o Beco do Beija-Flor, as trilhas ecológicas pela mata Atlântica e lago para passeio de pedalinho, além de café e playground. O borboletário fica próximo ao trevo que leva para Trancoso.

Recife de Fora

Apesar do status de Parque Marinho e protegido por uma lei municipal, Recife de Fora vem tendo suas belezas destruídas nos últimos anos por conta da visitação sem controle. Ainda assim, a bela piscina de águas transparentes abriga corais, peixes e moluscos visíveis com máscara e snorkel. Nos arredores, em maiores profundidades, acontecem mergulhos com cilindro

Ilha dos Aquários

O espaço de lazer fica em uma ilha entre Porto Seguro e Arraial d`Ajuda. Entre as atrações, aquários, bar, restaurante e pistas de dança animadas por DJ´s ou shows ao vivo. A casa funciona somente às sextas-feiras, com abertura às 18h. Para levar as crianças, a dica é chegar cedo para participar das atividades infantis e das visitas guiadas aos aquários. A ilha tem transporte próprio.

Praias da Coroa Vermelha e Mutá

Para quem quer descansar o corpo e a mente de músicas e danças baianas, as praias da Coroa Vermelha e Mutá são as mais indicadas pela tranquilidade que as caracteriza, além de ofecerem boas barracas. Mutá, a dez quilômetros do Centro, tem piscinas naturais na maré baixa, perfeitas para banho ou mergulho com peixinhos coloridos. Já Coroa Vermelha fica em Cabrália (14 quilômetros de Porto) e apresenta uma enseada de águas calmas e clarinhas. Cenário da primeira missa rezada no Brasil, concentra lojinhas de artesanato pataxó.

Compartilhar:

Outras
Notícias