简体中文NederlandsEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol
Home > Destinos Incríveis > Voo livre sobre a paisagem da caatinga

Voo livre sobre a paisagem da caatinga

Publicado em: 06/03/2019
Por: Adilson Fonsêca


Inovando como sempre, a Bahia surpreende sempre mostra porque é um dos destinos mais procurados por brasileiros e por estrangeiros que visitam o Brasil. Se em outros estados o turista pode desfrutar de vôos livres – asa delta, parapente – sobre as praias, na Bahia isso pode ser feito sobre o cenário agreste da caatinga.

E para os amantes do esporte radical e do turismo de aventura, isso não fica muito distante de Salvador. Entre os municípios de Santa Terezinha e Itatim, já nos limites do Recôncavo Baiano e no Vale do Paraguaçu, a 200 quilômetros de Salvador, os morros que compõem o Parque da Serra da Jibóia oferecem todas as condições para a prática do vôo livre e, mais recentemente da prática do mountain bike.

O pico da Serra da Jibóia tem uma altura de 580 metros e o pico do Boqueirão, onde existe uma rampa para vôos livres, 200 metros de altura, Nesse local, o piloto de asa delta consegue decolar, pois ao mergular, pega uma corrente térmica de ar e uma corrente ascendente que o leva a até dois mil metros de altura. Pode voar por até 200 quilômetros de distâncias.

Sobre a caatinga – Com dois mil metros de alta pode-se ver todo o Vale do Rio Paraguaçu, e as cidades de Santa Terezinha, castro Alves, Milagres, Itatim e Iaçu. Por causa da procura por esportistas, se organiza uma vez por ano, sempre no verão, campeonatos de vôos livres, atraindo desportistas baianos e de outros estados.

Os vôos de asa delta requer mais preparo, pois se trata de um equipamento feito com tubos de alumínio e fibra de carbono, enquanto o parapente não tem estrutura rígida. Em asa-delta se demora até quatro meses aprendendo, já o parapente se consegue aprender mais rápido de um a dois meses.A asa-delta é bem mais veloz, ela chega até a uma velocidade de 100/ 120 km por hora, já o parapente é um pouquinho mais lento, em torno de 70 km.

Como chegar

A partir de Salvador, pela BR-101 até a entrada da cidade de Sapeaçu e seguindo por Castro Alves até Santa Terezinha e Itatim. Pela BR-116 seguinmdo até feira de Santana e depois até a ponte sobre o Rio Paraguyaçu,m dobrando à esquerda até Itatim.

Após Santa Terezinha, seguir para Elízio Medrado, seguir a estrada de acesso à Pedra Branca (cerca de 7,5 km). Estrada de terra em boas condições, a 25 minutos da cidade de Santa Terezinha. Existe outra rampa próxima, a rampa do Pico do Boqueirão, confira aqui.

Melhor Época: De setembro à novembro. Clube Responsável: CBVL- Clube Baiano de Vôo Livre. Sr. Tita ou Sr. Chuido. Tels.: (75) 639-2103 ou 639-2155.
Prós: Térmicas bem fortes, excelente para vôos de XC.
Contras: Vento muito forte para parapente na maior parte do ano, exceto no verão.

Compartilhar: