简体中文NederlandsEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol
Home > Destinos Incríveis > A vila de pedra de Igatu na Chapada Diamantina

A vila de pedra de Igatu na Chapada Diamantina

Publicado em: 28/06/2019
Por: Adilson Fonsêca


Quem vai para a Chapada Diamantina, no coração da Bahia, por certo vai ouvir referências à Vila de Igatu, quer fica no município de Andaraí, uma das portas de entrada para um dos cenários mais bonitos da natureza da região.

Refúgio e paraíso dos mochileiros e de quem curte o turismo de aventura, possui trilhas, onde se envereda em caminhos ladeados por formações rochosas, canyons, rios e nascentes e uma vegetação rica em orquídeas e formações rupestre.


Logo de cara o visitante vai se deparar com a Vila de Igatu, um conjunto de casario histórico de pedra, do século XIX, resquício da época do Ciclo do Diamante na região da Chapada Diamantina. Por esta sua característica, o distrito é conhecido pelo apelido de “Machu Picchu baiana”, numa referência à histórica cidade peruana de pedra.

A “Vila de Igatu”, antes denominada “Xique-Xique de Igatu”, na primeira fase do garimpo de diamantes, durante o século XIX, foi um próspero povoado no alto da serra, perto da cidade de Andaraí. Com o declínio da produção de diamantes, a cidade praticamente foi abandonada, restando casas fechadas, ruínas e poucos moradores.

Hoje o local possui pouco mais de 350 habitantes concentrados na vila, quando ali mesmo já se chegou a mais de noive mil pessoas no auge do garimpo de ouro e diamante. A vila foi, em 2008, cenário do filme “Besouro” e isso só fez aumentar o seu atrativo como refúgio ecológico.
As trilhas que levam o visitante aos mais recônditos lugares da Chapada Diamantina são atrações à parte para os aventureiros, que devem ser sempre acompanhados de um guia da região. Mas na vila também se pode desfrutar de belezas simples, como a subida para a Rampa do Caim, caminhada fácil de aproximadamente dez quilômetros, culminando no mirante onde se pode ter uma impressionante vista para os vales do Pati e do Paraguaçu, e de onde pode –se desfrutar de um dos por do sol mais bonitos da região.

Compartilhar: