简体中文NederlandsEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol
Home > Destinos Incríveis > Baía de Todos os Santos volta a ter o colorido da regata Jacques Vabre

Baía de Todos os Santos volta a ter o colorido da regata Jacques Vabre

Publicado em: 16/05/2019
Por: Adilson Fonsêca


Ainda estamos no outono e se avizinhando o inverno, mas a Bahia já se programa para saudar a chegada da Alta Estação, dando as boas-vindas ao verão 2109/20 no que tem de melhor a oferecer de cenário: as águas límpidas e azuis da Baía de Todos os Santos.

O colorido das embarcações vai tomar essa que é a maior bacia do Brasil e a segunda do mundo, de frente para a primeira capital do Brasil, e tendo como pano de fundo toda uma história do Brasil, com a Regata Jaques Vabre, prevista para 27 de outubro deste ano.

Na chegada do verão, Salvador voltará a ser ponto de chegada da regata Transat Jacques Vabre, cuja largada está prevista para 27 de outubro, em Le Havre, na França. Esta é a sexta vez que a capital baiana recebe a competição, dando projeção ao potencial da Baía de Todos-os-Santos para os esportes náuticos.

As novidades da regata foram apresentadas ao secretário do Turismo da Bahia, Fausto Franco. Em reuniões, os organizadores da Jacques Vabre, Gildas Gautier, Francis Le Goff e Raquel Cruz apresentaram as novidades da Transat Jaques Vabre, com três categorias disputadas em dupla (Multi50, Imoca e Class 40).

Para o trajeto entre França e Bahia já estão inscritas 46 embarcações e a expectativa é de que o número suba para até 55. Em 2017 foram 37 barcos/duplas. Os números mostram o sucesso da rota Le Havre/Salvador entre velejadores e o reconhecimento da vocação da Baía de Todos-os-Santos para a náutica.

Outra novidade é a realização de uma minirregata na Baía de Todos-os-Santos após a prova principal, dando oportunidade aos velejadores de conhecer roteiros da região beneficiada por investimentos para fomentar o turismo náutico e cultural, por meio do Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), em curso na Setur.

Apoiador da competição, o governo estadual já atua nos preparativos. A Setur será responsável, dentre outras ações, pelas estruturas de atracação das embarcações e de apoio aos organizadores, na vila da regata, na área do Terminal Náutico, no Comércio.

Um receptivo especial também será montado para receber os velejadores e familiares, que devem passar cerca de 10 dias em Salvador, além de divulgar os atrativos da capital e de áreas próximas. A Bahia também será promovida na vila da regata de Le Havre.

Mídia
– Depois de 10 anos, em 2017, a Transat Jacques Vabre voltou a ter Salvador como destino final e consequente divulgação da capital baiana junto aos franceses. A última edição do evento esportivo rendeu a publicação, na França, de 7.709 matérias, 33 horas de transmissão em emissoras de TV e 23 horas em rádio.

Compartilhar: