简体中文NederlandsEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol

Shows e Diversão


Herança indígena e africana no jeito baiano de cozinhar

Difícil andar pelas ruas de Salvador ou em qualquer cidade do extenso litoral baiano, numa sexta-feira e não sentir aquele cheiro inebriante de azeite de dendê misturado ao leite de coco. Dez em cada 10 restaurantes, ou barracas de praia, reservam esse dia da semana, nos seus cardápios, a moqueca de frutos do mar, usando o azeite de dendê e o leite de coco como os principais ingredientes. A moqueca de frutos do mar que é feita em Salvador e no litoral da Bahia, difere das demais regiões do Brasil,…

Na Bahia é assim. Tem até um museu de gastronomia

Quem vem à Bahia, Salvador e Recôncavo Baiano, principalmente, se surpreende com a variedade da culinária e o jeito baiano de improvisar, aproveitando as heranças deixadas pelos portugueses, italianos, antigos escravos africanos e indígenas, e transformando esse caldo cultural no que muitos conhecem como a Comida baiana. A base da culinária tradicional em Salvador, litoral e na maior parte dos 417 municípios baianos, tem forte influência africana e indígena, onde o azeite de dendê o leite de coco e os frutos do mar fazem parte da espinha dorsal da comida…

Que tal repor as energias no melhor da culinária baiana

Agora que a pandemia está chegando ao fim, é hora de repor as energias e curtir um pouco da rica culinária baiana. Veja as dicas desses que são alguns dos melhores restaurantes da cidade. Do mais sofisticado, com uma bela vista para a Baía de Todos os Santos, como o Veleiro do Yatch Club, no Porto da Barra, ao seletíssimo Barbacoa, na Avenida Tancredo neves, as opções são as mais variadas. Em todos, a assinatura de grandes chefs da cozinha baiana ou internacional. Veleiro – Na entrada da Baía de…

O acarajé, esse bolinho com sabor dos deuses

Aquele bolinho de feijão fradinho, preparado de maneira artesanal, na qual o feijão é moído, temperado e posteriormente frito no azeite de dendê fervente, e destinado aos orixás, que nós conhecemos como acarajé, é tão delicioso e único, que existe até um museu para aquelas baianas que o prepararam, no Pelourinho, no Centro Histórico de Salvador. A magia da cultura gastronômica, herdada da ancestralidade dos escravos africanos, permanece em todos os cantos, ruas, becos e ladeiras de Salvador, e mais forte no Centro Histórico. E o acarajé expressa o simbolismo…

Férias combinam, sim, com uma boa alimentação

Viajar é sinônimo de comer, afinal, uma cultura se faz presente também através de sua cozinha. Mas para poder curtir as experiencias gastronômicas sem se sentir mal durante a viagem ou sofrer com a balança na volta para casa, seguir algumas dicas são essenciais, afinal, sempre vamos sair da rotina quando estamos de férias! Se pese Antes de viajar, suba na balança. Na volta, faço o mesmo. Caso tenha engordado, comece uma dieta imediatamente. Deixar para depois vai ser sempre pior e ainda se corre o risco de chegar nas…

O som da batida do Olodum irradia magia e contagia

Não foi à toa que o Rei do Pop rock, Michael Jackson, se rendeu ao som e dançou ao som dos tambores nas ruas e ladeiras do Pelourinho, quando aqui esteve para gravar um dos seus mais famosos discos. E não é à toa que o samba-reggae é uma das marcas registradas da musicalidade baiana, onde o ritmar quase que hipnótico dos tambores, contagia e irradia magia entre baianos e turistas em, todo no Centro Histórico de Salvador. O Olodum surgiu de uma brincadeira carnavalesca em 25 de abril de…

Uma cidade com muitos points LGBT

  A diversidade é uma realidade em Salvador quando se trata das relações sociais. Por isso mesmo o Grupo Gay da Bahia considera que a capital baiana é a capital da diversidade, com pontos de encontro para o público LGBT, na praia, nas praias, em boites e bares. Veja algumas dicas. Campo Grande - Localizada no centro da cidade, abriga várias tribos diferentes todos os dias da semana, mas é na sexta-feira que a praça fica mais colorida. Grupos de jovens se reúnem durante à tarde para conversar e paquerar,…

A Bahia também tem forró e dos bons

Se você pensa que o Carnaval é a maior festa popular da Bahia precisa rever os seus conceitos e conhecer o São João. Diferente da folia momesca que se concentra em Salvador e umas duas dezenas de municípios, o São João é comemorado em praticamente todos os 417 (em especial nos dias 23 e 24 de junho, mas por todo o mês) e haja forró no terreiro e arrasta pé para animar a turma. O ritmo é comandado pela sanfona, uma espécie de acordeom que nas mãos habilidosas e mágicas…