简体中文NederlandsEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol
Home > Destinos Incríveis > “Lembranças” da Bahia para todos os gostos

“Lembranças” da Bahia para todos os gostos

Publicado em: 30/08/2019
Por: Adilson Fonsêca


Esqueça aquelas fotos tradicionais do Elevador Lacerda, do Farol da barra e da Igreja do Bonfim. Esqueça todos os rituais tradicionais que marcam a passagem dos turistas em qualquer lugar do mundo e suas “lembranças” e aproveite o inusitado de estar em Salvador para mostrar aos amigos, no retorno, o quanto essa cidade é encantadora e diferente.

Em vez da tradicional foto na frente da Igreja do Bonfim, leve uma bolsa feita com as fitinhas coloridas que amarradas no pulso ou no tornozelo, ou penduradas no espelho retrovisor do carro trazem proteção. Elas são únicas em todo o Brasil e mostrarão não só que você esteve em um dos santuários da “cidade da Bahia”, mas também que se integrou à fé e ao misticismo dos baianos. Afinal Senhor do Bonfim é também Oxalá nessa terra do sincretismo.

Ao chegar ao Mercado Modelo, não se contente com a foto de uma roda de capoeira. Leve como lembrança um artesanato típico feito no Recôncavo baiano, uma uma toalha rendada feita pelas bordadeiras do litoral norte da Bahia. E de quebra, um berimbau, mesmo que não saiba tocá-lo.
E leve também um patuá para proteger do “olho grande”, um incenso, um quadro em madeira talhada e pintado com as cores do Pelourinho. E se quer algo bem bonito para marcar sua baianidade, leve um colar de contas que tanto pode ser das baianas, como do Afoxé Filhos de Gandhi, ou um turbante multicolorido com as cores do Olodum ou do Ilê Ayê.

Não se contente em falar com seus amigos e parentes, no seu retorno, das delícias da culinária baiana, mas mostre a eles um pouco dessa culinária, levando os acarajés semi-pronto, que podem ser preparados onde você estiver. É só encomendar a uma das centenas de baianas espelhadas pela cidade.
Mas não se esqueça de passar na Feira de São Joaquim, se quer algo de artesanato de palha, frutas frescas ou uma cachacinha, ou vá no Mercado do Rio Vermelho para comprar deliciosos sequilhos, carne do sol ou pratos de nossa culinária, vendidos congelados para viagem.

Depois de tudo isso, com essas inovações, seus amigos e parentes ficarão curiosos e irão querer conhecer essa terra maravilhosa e diferente. E você, com saudades de vivenciar mais uma vez essa experiência, com certeza vai querer voltar.

Axé!

Compartilhar: