简体中文NederlandsEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol
Home > Destinos Incríveis > Mesmo no pós-verão, Salvador tem praias incríveis para serem visitadas

Mesmo no pós-verão, Salvador tem praias incríveis para serem visitadas

Publicado em: 10/02/2021
Por: Adilson Fonsêca


Claro que o clima e as temperaturas são bem diferentes dos meses de novembro a fevereiro, a alta estação no litoral baiano. Mas em Salvador, com suas orlas distintas – Atlântica, Baía de Todos os Santos e Subúrbio Ferroviário –  há sempre um espaço para uma ida à praia, aproveitando as ondas para surfar, ou curtindo as águas mornas e tranquilas na Barra, Cidade Baixa ou Subúrbio.


Não importa o ano e nem o clima. Em Salvador, é verão o ano inteiro. A  capital baiana é beneficiada com o clima tropical, com muita umidade e precipitação, especialmente durante o outono e inverno e entre os meses de abril a julho. A temperatura é constante ao longo do ano, com máximas de 30°C no verão e 26°C no inverno e mínimas de 24°C no verão e 21°C o inverno.


Mas mesmo com uma chuvinha de vez em quando, há sempre bons períodos de sol, o que permite uma ida à praia. E, mesmo no inverno, é possível curtir muito a cidade, com ambientes e pontos turísticos menos lotados e mais tranquilos.
Para surfistas que venham para a cidade para fazer turismo e procuram praias com ondas mais fortes, as praias do Flamengo, Stella Maris, Aleluia, Ipitanga, logo após o bairro de Itapuã, são as ideais, com ondas fortes por causa do mar aberto.

Mas se não quiser ir para os limites norte da cidade e mesmo assim quer surfar, existem locais mais próximos do centro, com ondas fortes e boa qualidade de água, como as praias Barra Vento (na Barra, entre o Cristo e o Farol da Barra, mais próxima ao Morro do Cristo, ao lado do restaurante Barra Vento) e Ondina, a mais procurada no miolo da cidade.


Mais tranquilo – Para quem quer aproveitar o tempo mais ameno e curtir uma ida à praia com a família, nada melhor que as praias do Farol e Porto da barra. A primeira, na maré baixa forma pequenas piscinas ideais para as crianças. A segunda, mais badalada, possui ondas fracas e águas cristalinas. É a porta de entrada para a Baía de Todos os Santos.
Já adentrando na Baía de Todos os Santos, a Cidade Baixa oferece as praias da Boa Viagem e da Ribeira. Nesta última, é possível se descortinar não só o outro lado da Baía, com a Ilha de Itaparica ao fundo, mas a região do Subúrbio ferroviário, com suas encostas, pequenas enseadas e praias mansas, dentre as quais se sobressai a de São Thomé de Paripe, local de visitação de vários ex-presidente s da República.

Compartilhar: