简体中文NederlandsEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol
Home > Destinos Incríveis > Na Bahia nem tudo é carnaval. Mas tudo é verão, turismo e lazer

Na Bahia nem tudo é carnaval. Mas tudo é verão, turismo e lazer

Publicado em: 29/03/2019
Por: Adilson Fonsêca


Você quer aproveitar o verão na Bahia mas é daquelas pessoas que não gosta do carnaval, ou pelo menos não quer curtir este ano. Em Salvador ou no interior do Estado, isso não se constitui um problema. Apesar da capital baiana e boa parte do interior do estado respirar o carnaval em quase todos os lugares, existem espaços para os que querem lazer e curtir as férias e o verão sem os agitos e embalos da axé music.

Se você está em Salvador, em casa de amigos ou parentes, ou mesmo em hotéis, busque espaços fora dos circuitos da festa. A partir desses locais, ficará mais fácil se deslocar pela cidade para aproveitar as diversas opções de lazer fora do carnaval, como as praias do Litoral Norte, a partir de Itapuã, e locais próximo à capital, como as Ilhas de Maré e suas belezas das praias de Nossa Senhora das Neves e Praia Grande de Maré, ou Ilha dos Frades, com as praias de Paramana e de Nossa Senhora de Guadalupe, única que obteve a Bandeira Azul Internacional no Brasil.

Mas se o seu desejo é aproveitar as delícias do interior do estado durante o verão, mesmo no período do carnaval, são inúmeras as opções, a começar pelo Baixo Sul, nas regiões de Valença e Península de Maraú, ou Itacaré, Ilhéus e Canavieiras. Para isso preparamos algumas dicas:

Recôncavo – Mais próximas da capital baiana, as cidades do Recôncavo são ótimas opções para aqueles que buscam conhecer mais sobre a história brasileira. Quase todos os municípios da região guardam tesouros da época de ouro do período do Brasil Colonial. Comece por Cachoeira, onde se é possível, nas margens do Rio Paraguaçu, encontrar a maior preservação da identidade cultural e histórica com o passar dos anos. Além dela, fazem parte do Recôncavo as cidades de Santo Antônio de Jesus, Candeias, São Francisco do Conde, Madre de Deus, Santo Amaro, São Félix, Maragojipe e Cruz das Almas.

Costa do Dendê – Difícil escolher qual o melhor. Morro de São Paulo e suja badalação é opção disputada. Mas para quem quer tranqüilidade, Boipeba, Moreré ou Garapuá são imperdíveis. Praias como a Ponta dos Garcês, em Jaguaribe, ou o vizinho município de Salinas das Margaridas são também boas opções. A região oferecve opções diversas, como praias, baías, manguezais, costões rochosos, restingas, nascentes, lagoas, rios, cachoeiras e estuários que fica situado entre a foz do Rio Jaguaripe e a Baía de Camamu. Seus 115 km de litoral abrangem as localidades de Valença, Morro de São Paulo, Boipeba, Igrapiúna, Cairu, Camamu, Taperoá, Nilo Peçanha, Ituberá e Maraú.

Itacaré – Com dezenas de praias, rios, cachoeiras, montanhas e coqueirais, é uma das melhores opões para quem não quer se distanciar dos grandes centros urbanos. As praias de Resende e Tiririca são duas das opções nesse aprazível lugar. S separadas por morros cobertos por densa vegetação de Mata Atlântica. Areias alvas e um mar de águas frias são marcas registradas. Os altos coqueiros estão presentes principalmente na praia do Resende. O ambiente é bem informal, sem mesas ou barracas, o que deixa o banhista muito à vontade.

Península de Maraú – Taipu de Fora é um destino que não pode ficar de fora.Localizada na Costa do Dendê, mais precisamente na Península de Maraú, a cerca de 200 quilômetros ao sul de Salvador, a praia se estende por mais de um quilômetro de areias desertas e paisagem encantadora.Caracterizada por suas enormes piscinas naturais com formação de corais, tem suas águas propícias para o mergulho com snorkel.

Ilhéus – E que tal aproveitar a folga para conhecer a terra que se tornou conhecida mundialmente por ambientar os romances de Jorge Amado? Ilhéus é a cidade com o mais extenso litoral entre os municípios baianos. Capital turística da Costa do Cacau, ela é considerada o terceiro maior ponto turístico da Bahia, com patrimônios religiosos, instituições culturais, bairros e povoados.

Porto Seguro – Fuja do carnaval da cidade e vá para Trancoso, que tem as praias mais desejadas para os turistas que buscam tranquilidade. O litoral possui grãos finos de areia, além de águas mornas e calmas. A maioria das praias são desertas e preservadas da ação humana. A praia já foi eleita pela publicação norte-americana Conde Nast Travelle como um dos 15 melhores destinos turísticos do mundo.

 

Chapada Diamantina – Um dos mais incríveis parques naturais do Brasil, o Parque Nacional da Chapa Diamantina abrange cidades como Andaraí, Lençóis, Mucugê e Palmeiras. O local é marcado pela sua vista Mata Atlântica, campos floridos e planícies de um verde sem fim. Além disso, a região conta com imensos paredões, desfiladeiros, cânions, grutas, cavernas, rios e cachoeiras.Entre os lugares mais conhecidos estão os Poços Azul e Encantado; Cachoeira da Fumaça e Vale do Capão, que faz parte do município de Palmeiras.

Vale do Jiquiriçá – O vale é marcado pela presença de cachoeiras, rios, morros, flora e fauna exuberantes, além do patrimônio histórico/cultural da região. Os artesanatos feitos nos municípios são marcas que costumam agradar os turistas. A região compreende as cidades de Amargosa, Cravolândia, Elísio Medrado, Jiquiriçá, Laje, Milagres, Mutuípe, Santa Inês, São Miguel das Matas, Ubaíra e Itiruçu.

Compartilhar: