简体中文NederlandsEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol
Home > Destinos Incríveis > Oncologista alerta para cuidados com a pele no solão e Carnaval

Oncologista alerta para cuidados com a pele no solão e Carnaval

Publicado em: 20/02/2020


O Carnaval  é uma grande festa popular, que arrasta milhões de pessoas às ruas. Durante a folia, muitas pessoas realizam sexo de forma desprotegida, ficam expostas aos raios solares ultravioletas e usam excessivamente bebidas alcoólicas e cigarros, ressalta o experiente médico Cirurgião-Oncológico Dr. André Carvalho.
O HPV é um vírus capaz de causar o câncer de colo do útero, vagina, vulva, pênis, ânus e cabeça e pescoço (boca, garganta, laringe), dependendo do sub-tipo viral (tipos 6, 11, 16 e 18). Portanto, evitar o sexo desprotegido é se prevenir de muitos tipos de câncer.

A vacinação contra o HPV é considerada a forma mais eficaz de prevenção. No sistema público, a vacina é gratuita para meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 13 anos, além de portadores de HIV e transplantados. Na rede privada, todas as faixas etárias também podem ser vacinadas.

O câncer de cabeça e pescoço (tumores que se manifestam na boca, na faringe e na laringe) tem outros fatores de risco, além do HPV, como tabagismo e consumo de bebidas alcoólicas.
O câncer de pele configura o câncer mais comum do planeta e é causado, em grande parte, pela exposição solar excessiva, revela o médico oncologista Dr André Carvalho.
Durante o Carnaval, o início dos festejos acontece sob sol forte, podendo causar queimaduras de primeiro grau em algumas pessoas. O uso do filtro solar deve se colocado 30 minutos antes de sair de casa e reaplicado a cada duas horas. Outras medidas também são importantes, como o uso de chapéu e óculos escuros.
Portanto, diga não ao tabagismo, não ao abuso de bebidas alcóolica, evite a exposição solar excessiva, vacine-se contra o HPV, se possível e lembre-se sempre de usar camisinha !

Compartilhar: