简体中文NederlandsEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol
Home > Destinos Incríveis > Os 519 anos de uma das mais belas baías do mundo

Os 519 anos de uma das mais belas baías do mundo

Publicado em: 02/11/2020
Por: Adilson Fonsêca


Quinhentos e 19 anos depois, desde aquele 1º de novembro de 1501, quando os navegantes portugueses, Américo Vespúcio e Gaspar de Lemos por aqui estiveram, a Bahia de Todos os Santos, mantém a sua beleza natural, mas vem despertando, nos últimos anos, a sua vocação turística e de grandes empreendimentos.  A maior reentrância da costa litorânea brasileira, com 1,233 quilômetros quadrados,  é a segunda maior baia no mundo e banha 18 municípios na região do Recôncavo Baiano.

Com profundidade média de 9,8 metros, chegando até 70 metros, chega a ter uma visibilidade para mergulho entre 10 e 20 metros, o que a torna um dos locais mais adequados para esse tipo de esporte náutico. É também berço para reprodução de inúmeras espécies marinhas, incluindo a baleia Jubarte, e possui um dos mais bastos ecossistemas que variam de manguezais, restingas, estuários, e uma variedade de clima e relevo, nas suas 56 ilhas, boa parte delas ainda desabitada.


Denominada pelos índios tupinambás, seus primeiros habitantes, de Kirimurê, cujo significado é “grande mar interior”, ela tem a dimensão de aproximadamente a área do município do Rio de Janeiro, segunda maior metrópole do Brasil. Além das belezas naturais, a região abrange 18 municípios, entre os quais Salvador, capital do Estado, e nos últimos anos desponta não só como região de amplo crescimento turístico, mas também de empreendedorismo.

Com perspectiva de conclusão para o primeiro semestre de 2021, o Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), na Bahia, é uma das principais apostas de investimentos na região, já estruturando para o período do turismo no pós pandemia. Mesmo com o atual quadro de pandemia do coronavírus, a infraestrutura tyurisrtica vem recebendo uma série de intervenções para melhorar a infraestrutura turística e fortalecer a cadeia produtiva, e a gestão e a promoção do turismo. O Prodetur é executada pela Secretaria de Turismo do Estado da Bahia, com financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), totalizando US$ 78 milhões, cerca de R$ 400 milhões, em 13 intervenções estratégicas nesta zona turística.


Com a efetivação do programa, a Baía de Todos os Santos está se estruturando para se transformar em um dos roteiros de turismo náutico e cultural mais atraentes do país. Entre as principais intervenções, está a requalificação ou construção de marinas, atracadouros e terminais náuticos. O programa envolve ainda a requalificação de quiosques, construção de centros de comércio, píeres, oficinas e postos de combustíveis para barcos, bem como serviços de requalificação urbanística e paisagistica.
Compartilhar: