简体中文NederlandsEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol
Home > Destinos Incríveis > Salvador de novo na rota da Regata Jacques Vabre

Salvador de novo na rota da Regata Jacques Vabre

Publicado em: 25/10/2019


O roteiro foi traçado pela primeira vez em 2017 e de lá para cá foi se firmando e Salvador se consolidou no cenário internacional de regata transoceânica. Graças à sua geografia, com uma baia que é a segunda maior do mundo e a maior do Brasi8l, e com um cenário de tirar o fôlego, a capital baiana sedia a 14ª edição da Transat Jacques Vabre, unindo o roteiro França-Salvador.

O evento começa neste domingo (27), com largada às 13h15 da cidade francesa de Le Havre (8h15, no Brasil), devendo ser encerrada em Salvador em 07 de novembro, com a entrada na Baía de Todos os Santos. A regata é considerada a maior regata transatlântica do mundo, e reúne este ano o número recorde de 59 veleiros, cruza o Atlântico num percurso de 4.350 milhas náuticas (cerca de 8 mil quilômetros) com destino a Salvador, onde os barcos deverão chegar a partir de 7 de novembro.

A prova internacional conta com apoio do Governo da Bahia, por meio da Secretaria do Turismo do Estado (Setur), responsável pela montagem da infraestrutura no Terminal Náutico de Salvador – ponto de chegada da regata – para abrigar organizadores, diretores de prova e imprensa e receber as duplas de competidores. Durante os dias da competição, grande parte da imprensa mundial estará com a atenção voltada para Salvador, colocando a capital baiana e a Baía de Todos-os-Santos em uma grande vitrine internacional.

Nesta edição serão três categorias competindo: Class40, com 27 duplas; Muiti50, com três duplas, e Imoca, com 29 duplas (seriam 30, mas um dos barcos dessa categoria sofreu um incêndio na segunda-feira e deixou a prova). A lista mistura campeões, velejadores experientes, nova geração e amadores.

A maioria dos competidores (skippers) é de nacionalidade francesa, mas a regata conta também com navegadores suíços, alemães, belgas, britânicos, norte-americanos, irlandeses, finlandeses, italianos, turcos e japoneses.

Percurso – A Transat Jacques Vabre é considerada uma prova difícil, com muitas armadilhas meteorológicas. “Gosto da regata, antes de mais nada, porque é muito bom chegar a Salvador, na Bahia”, diz o velejador Aymeric Chappellier, que faz dupla com Pierre Leboucher no barco Aïna Enfance & Avenir, da Class40.

Os velejadores partem da baía do rio Sena em um percurso costeiro ao longo das falésias da Normandia até a cidade de Étretat. Depois, as duplas seguem em direção a oeste para uma prova cheia de dificuldades no Canal da Mancha, conhecido por marés altas e incessante tráfego marítimo.

Na sequência, os competidores entram no Golfo da Biscaia, onde, de acordo com a posição do anticiclone dos Açores, encontrarão condições de ventos mais fortes e rápidos ou uma situação mais complexa, com menos vento. Mas, geralmente, os barcos se deparam com violentas depressões tradicionais do fim de outono na Europa.

 

História – Situada na região da Normandia, França, a cidade de Le Havre foi fundada em 1517 pelo rei Francisco I e desde 1643 passou a desenvolver relações com as Américas no comércio do algodão, do açúcar e do tabaco.

A regata começou em 1993, quando Le Havre e a marca de café Jacques Vabre criaram a Transat Jacques Vabre. A ideia era traçar as rotas dos grandes navios mercantes de café do século 17 a partir desta cidade, que foi a primeira importadora do produto na França. Por isso a regata é conhecida também como Rota do Café.

Começou como uma competição para velejadores individuais tendo como destino a cidade de Cartagena das Índias, na Colômbia. A partir de 1995 passou a ser disputada em duplas. A prova é realizada de dois em dois anos.

Salvador passou a ser o destino de chegada da regata Jacques Vabre em 2001 e assim continuou, nas edições de 2003, 2005 e 2007. Em 2009, Puerto Limon, na Costa Rica, tornou-se o novo porto de chegada. A regata voltou para o Brasil em 2013, desta vez para a cidade de Itajaí, em Santa Catarina. O retorno a Salvador aconteceu na edição de 2017 e acontece em 2019 pela sexta vez.

 

Compartilhar: