简体中文NederlandsEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol
Home > Destinos Incríveis > Salvador é só festa e animação. Na terra e no mar

Salvador é só festa e animação. Na terra e no mar

Publicado em: 27/12/2019
Por: Adilson Fonseca


O verão começou e Salvador é só agito e animação. Sol forte, praias lotadas, a estação do calor é também a estação das festas populares, onde o sincretismo religioso se mistura à variedade de danças, ritmos e costumes. A religiosidade dos baianos se mistura com o samba de roda, com a capoeira e, naturalmente, com o carnaval, que engloba todos esses ritmos.


Aos poucos a cidade já assimilou sua vocação festeira. A sonoridade, que tanto a caracteriza, já se espalha pelas ruas e becos do Centro Histórico. Os ensaios de bandas, blocos e afoxés se intensificam como um esquenta para as duas grandes festas do verão: a Lavagem do Bonfim e o Carnaval.


E o ciclo de festas populares começa o ano com uma procissão marítima que sai do Porto de Salvador, em frente a Igreja da Conceição da Praia, e vai até a praia da Boa Viagem, uma das mais belas da Cidade Baixa de Salvador. Centenas de barcos, lanchas e iates acompanham a procissão seguindo a imagem do Senhor dos Navegantes, levada na galeota Gratidão do Povo.
Se você está na cidade ou chegando, ainda dá tempo de participar da festa no mar. Lanchas e escunas são alugadas para o evento ou lugares oferecidos nos barcos, onde o que não falta é fé e muita animação.
A Procissão de Bom Jesus dos Navegantes é um evento singular de encher os olhos de baianos e turistas, pois tem como cenário as belas e tranquilas águas da Baía de Todos os Santos. O percurso marítimo é de pouco mais de 10 quilômetros, entre as praias da Boa Viagem, na Cidade Baixa, e o Porto da Barra, justamente na entrada da baía.
O evento inclui duas procissões marítimas: a primeira, no dia 31 de dezembro, faz o percurso Largo da Boa Viagem/Basílica da Conceição da Praia, na rampa do Mercado Modelo; a segunda, no dia 1º de janeiro – uma das mais populares da cidade – conta com centenas de embarcações acompanhando a Galeota Gratidão do Povo, que conduz a imagem de Nosso Senhor dos Navegantes pelas águas da Baía de Todos os Santos.
Iniciada em 1750, a procissão marítima, que já se inseriu no calendário turísticos e de festas populares da Bahia, busca fortalecer a fé e a esperança. Essa festa foi, inicialmente, instituída pelos capitães, que no dia 31 agradeciam pelo ano que se despedia e no dia 1º pediam graças e bênçãos a Bom Jesus dos Navegantes para o ano que estava iniciando. Faz-se, assim, um pedido de proteção ao Bom Jesus.


A procissão de Nosso Senhor dos Navegantes marca a passagem do ano e abre alas para a lavagem do Bonfim, na segunda quinta feira do ano. A segunda maior manifestação popular do Estado. Dia em que a Bahia veste branco para homenagear o Senhor do Bonfim. Depois vem a festa de Yemanjá, no Rio Vermelho e a maior de todas, o Carnaval.

Compartilhar: