简体中文NederlandsEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol
Home > Destinos Incríveis > Um réveillon em terra e no mar em Salvador

Um réveillon em terra e no mar em Salvador

Publicado em: 21/12/2018
Por: Adilson Fonsêca


Dizem as más línguas que em Salvador tudo termina em festa de largo. Na verdade, tudo começa e termina em festa de largo. Isso porque, ainda segundo as más línguas, em 31 de dezembro, último dia do ano, enquanto as pessoas, nas demais cidades, se prepararam para saudar o novo ano à beira da praia, com fogos de artifícios, em Salvador a festa de largo na Praia da Boa Viagem, dá o adeus ao ano que se vai, e continua no ano que se inicia, e só termina na virada de 1ª para 2º de janeiro.

Não é um destino chic. Pelo contrário, é bem despojado. Para quem quer curtir a virada no meio do povão. O destino abriga muitos moradores da Cidade Baixa, península itapagipana e do subúrbio ferroviário. Mas a animação é contagiantes.

Coisas de portugueses, dos índios, dos escravos e dos baianos do século XVIII, que iniciaram os festejos na Praia da Boa Viagem, bem em frente à igreja do mesmo nome, e ali também iniciaram uma procissão marítima que até hoje percorrer. Na manhã do primeiro dia do ano, as águas da Baía de Todos os Santos.

A| festa é uma tradição que remonta a 1750, quando os portugueses aqui instalados reverenciaram a Nossa Senhora da Boa Viagem e ao Senhor Bom Jesus dos Navegantes. O evento em si inclui duas procissões marítimas: a primeira, no dia 31 de dezembro, faz o percurso Largo da Boa Viagem até a Basílica da Conceição da Praia, com a Galeota Gratidão do Povo, levando a imagem de Bom Jesus dos Navegantes, para que lá fique na basílica, onde está outra imagem, a de Nossa Senhora da Conceição.

Na manhã do dia 1º de janeiro, as duas imagens saem, em procissão e a de Bom Jesus dos Navegantes embarca na galeota Gratidão do Povo, quando então se inicia a segunda procissão marítima – uma das mais populares da cidade – com centenas de embarcações acompanhando o cortejo marítimo pela Baía de Todos os Santos e retornando à Praia da Boa Vagem. O evento é precedido por tríduo, missa solene e festa de largo, que se transforma em um verdadeiro Réveillon popular na noite de 31 de dezembro e 1º de janeiro.

Na Boa Viagem – Se em Salvador a grande festa da virada do anjo vai acontecer no outro lado da cidade, na Orla Atlântica, na Praia da Boca do Rio, com shows que começam na noite do dia 31 e vai até o amanhecer do dia 1º, na Praia da Boa Viagem a festa continua o dia todo, em terra, após a chegada da procissão marítima, com a imagem de Bom Jesus dos Navegantes.

Missas, queima de fogos, devoção, se misturam com o samba de roda improvisado nas barras armadas desde o dia anterior, no largo, que se transforma em um grande palco de festa. Para compensar a maratona festiva, a Praia da Boa Viagem, de águas mansas e mornas, é considerada uma das melhores da Cidade Baixa, e convida ao banho de mar relaxante.

Serviço

Festa da Boa Viagem

Onde –Largo da Boa Viagem, Cidade Baixa, Península de Itapagipe, em frente e ao redor da Igreja de Nossa Senhora da Boa Viagem

Quando – 31 de dezembro até o anoitecer do dia 1º de janeiro.

OBS: A 1ª procissão marítima sai do cais defronte à Igreja da Boa Viagem na tarde do dia 31 de dezembro, levando a imagem de Bom Jesus dos Navegantes até Cais do II Distrito Naval, defronte à Basílica da Conceição da Praia. A procissão do dia 1º de janeiro sai do cais do II Distrito Naval por volta das 9h. O percurso pela Baía de Todos os santos demora cerca de 1h30 até o retorno à Praia da Boa Viagem.

Compartilhar: