简体中文NederlandsEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol
Home > Destinos Incríveis > Rota do chocolate é opção de turismo no Sul da Bahia

Rota do chocolate é opção de turismo no Sul da Bahia

Publicado em: 03/01/2020
Por: Adilson Fonsêca


Claro que quem está em Ilhéus não tem como deixar de visitar suas famosas praias e mesmo pontos turísticos tradicionais, como a boate Bataclan e o Bar Vesúvio, ou mesmo a Catedral de São Sebastião, todos imortalizados nas obras de Jorge Amado ou por turistas de todo o Brasil. Mas o berço do Cacau tem mais que belas praias, Gabriela e Jorge Amado: tem chocolate.

Isso mesmo: o Chocolate, como ele é feito, da produção e colheita do cacau nas fazendas à moagem do fruto, que o transforma em um dos produtos mais apreciados em todo o mundo. Roteiros especiais incluem visita as fazendas, plantações, silos de moagem e a fabricação do chocolate.

A Rota do Chocolate começa pela implantação da Estrada do Cacau, a BA-262, que liga os municípios de Ilhéus e Uruçuca. Por lá existem várias fazendas de cacau, todas elas preservando traços arquitetônicos coloniais que permitem ao visitante conhecer não só o passado do Ciclo do cacau na História da Colonização Brasileira, mas também o período áureo dos grandes fazendeiros do Sul da Bahia, quando o cacau era a principal fonte de renda no Estado. Ao lado disso, imensos acervos da natureza com áreas de Mata Atlântica, onde existem rios, cachoeiras e diversas espécimes vegetais.

O Brasil tem uma peculiaridade. É o único país do mundo que produz o cacau, processa o fruto, produz o chocolate e é um dos grandes consumidores do produto. Nenhum outro país completa esta cadeia. Para os turistas, a ocasião é perfeita para conhecer o processo de produção do fruto, experimentar o suco de cacau e, como não poderia ser diferente, saborear os chocolates produzidos na região.

A Rota do Cacau – A Estrada do Chocolate contempla 26 municípios e está sendo ambientada com pórticos e centros de atendimento ao turista. Após a Estrada do Chocolate, novos roteiros turísticos serão desenvolvidos na área, fazendo com que os visitantes tenham outros atrativos para visitar. Além das belezas naturais, a região é rica em praias, cachoeiras e prédios históricos.

Tudo começa pela BA-262 (Ilhéus-Uruçuca) e se estende pela BR-415, que liga Ilhéus a Itabuna, batizada de rodovia Jorge Amado. Dentre as atrações, está a Estação Rio do Braço, antiga sede do município de Ilhéus,, a Bio fábrica de Cacau e o Parque de Moagem, além de fazendas que produzem o chocolate gourmet. Tudo isso com uma boa culinária e ótimas conversas com os proprietários das áreas, envoltas em mata atlântica.

A Secretaria de Turismo de Ilhéus pode informar as melhores fazendas para quem estiver a fim de conhecer toda a cadeia do cacau que resulta no chocolate. Na região se produz alimento orgânico e de origem, cartão de visitas de puro bom gosto. De origem, significa que o produto é da região, e orgânico, cultivado com insumos extraídos do próprio ecossistema. Há todo tipo, para paladares exigentes, com alto percentual de cacau, ao leite, diet e com misturas. Basta escolher as embalagens.

Compartilhar: