简体中文NederlandsEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol
Home > Destinos Incríveis > Um banho de paz na bela Lagoa Azul de Baixio

Um banho de paz na bela Lagoa Azul de Baixio

Publicado em: 04/10/2019
Por: Alex Ferraz


Percorrer o litoral norte da Bahia é sempre prazeroso. De Jacuípe à Praia do Forte ou Sauípe, as praias são lindas e a paisagem, deslumbrante.  Mas siga um pouco mais e nós temos uma surpresa para você e que muitos baianos desconhecem. Podem até já ter ouvido falar, mas não sabem dos encantos que esse pedaço de Bahia guarda.

A margem litorânea da linha verde, estrada que liga Salvador a Aracaju, é naturalmente a mais procurada. Nela estão algumas das mais belas praias baianas, luxuosos resorts e vilas que parecem enfeitiçar quem as visita. Esse segredo nosso está do outro lado.
É  um recanto bem especial. Cinco lagoas, com destaque para a famosa Lagoa Azul, todas formadas por 14 nascentes oriundas de diversos pontos da região, tornam esse pedaço da Bahia um destino muito especial.


Assim é Baixio, povoado pertencente ao município de Esplanada, a cerca de 124 quilômetros de Salvador, via Linha Verde (extensão da BA-099, até a divisa com Sergipe).

Trata-se de um dos destinos mais procurados por baianos e turistas no Litoral Norte da Bahia, e oferece aos visitantes pousadas e barracas com o melhor da culinária local.

Mas a grande atração mesmo são as águas cristalinas das lagoas, perfeitas para um mergulho, para ficar curtindo suas águas mornas na beirada ou se aventurando pelo entorno, em passeios ecológicos e trilhas.


A maior procura é pela Lagoa Azul, em cujas águas mornas as pessoas podem se banhar à vontade, sem perigo. Para chegar até ela, é preciso caminhar 30 minutos dentro de uma propriedade privada.
A Lagoa Azul, além de suas águas tépidas, tem paisagem emoldurada por diversas dunas de areia. E apesar do sol forte no verão, com a temperatura, muitas vezes, passando dos 30 graus, as cinco lagoas jamais secam. São perenes e encantam pela paz que transmitem.


E todas essas caminhadas podem se feitas sem risco, já que o visitante conta com o apoio de experientes guias locais. Mas se você não quer correr risco de decepções, é bom acordar cedo e chegar até as 9 horas.
O limite diário para visitas às lagoas é de 35 pessoas, processo controlado para evitar impacto negativo no ecossistema.

Compartilhar: