简体中文NederlandsEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol
Home > Destinos Incríveis > Forte de São Marcelo, o umbigo da Bahia

Forte de São Marcelo, o umbigo da Bahia

Publicado em: 15/06/2020
Por: Adilson Fonsêca


Chegar a Salvador é sempre excitante. Essa terra mágica, que recebe a todos com um jeito único, tem paisagens incríveis. E para quem chega pelo ar, olhando ainda da janela do avião, contemplando o mar azul da Baía de Todos os Santos, uma construção se destaca: o Forte de São Marcelo.Belo e imponente, ele tem uma longa história que faz parte da própria história da primeira capital do Brasil e hoje, se já não tem a função de proteger a costa baiana, é um dos seus principais cartões postais da capital.

Conhecido como Forte do Mar, o Forte São Marcelo está encravado na entrada da Baía de Todos os Santos, defronte a Praça Cayru, do tradicional Mercado Modelo e do icônico Elevador Lacerda, e a poucos metros do Porto de Salvador.

A sua construção foge a quaisquer padrões da arquitetura da cidade, principalmente levando-se em conta a época em que foi construído, em 1623. Foi erguido sobre um pequeno banco de arrecifes a cerca de 300 metros da costa, e foi inspirado no Castelo de Santo Ângelo (Itália) e na Torre do Bugio.

Tombado pelo Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional desde 23 de maio de 1938, o velho forte tem história. Depois da invasão holandesa de 1624 teve de ser reconstruído, já então em alvenaria de pedra e ganhou sua forma circular.

Por conta da posição estratégica, passou a proteger o porto de Salvador e o centro da cidade colonial dos ataques marítimos estrangeiros, inclusive de corsários e piratas.

Mas não ficou por aí. No final do século XVIII o velho forte virou prisão e de um tipo especial de presos: estudantes relapsos e indisciplinados. E no campo político, foi ainda espaço de reclusão de personagens históricos da vida do país, como o líder da Revolta dos Alfaiates, Cipriano Barata, e o general farroupilha Bento Gonçalves.

Compartilhar: