简体中文NederlandsEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol
Home > Destinos Incríveis > A diversidade das praias faz de Salvador um paraíso único

A diversidade das praias faz de Salvador um paraíso único

Publicado em: 28/12/2020
Por: Adilson Fonsêca


Com o calor se fazendo presente, e obedecendo todas as medidas de segurança sanitárias, o banho de mar sempre foi uma característica marcante de Salvador, cidade que possui três orlas distintas: a Atlântica, de mar aberto, que começa no Farol da Barra e vai até Praias do Flamengo, no limite com o município de Lauro de Freitas; a Orla da Baía de Todos os Santos, que começa no marco histórico da cidade, no Porto da Barra e vai até a Ribeira, na Península de Itapagipe. E a Orla do Subúrbio Ferroviário, na parte interior da Baía de Todos os Santos, cujo maior destaque é a Praia de Inema, nos limites da cidade com o município de Simões Filho.

Com belas praias, tidas elas com boa infraestrutura de serviços, não faltam boas opções para quem busca relaxar em meio à natureza. Com o uso de máscara, álcool 70°, distanciamento social, o banho de mar é um divertimento e uma das principais atividades do turismo para os próprios baianos e para os visitantes durante quase todo o ano. Munidos de protetor solar, de fazer o uso de muita água, seja ela natural ou de coco, e atento às orientações sanitárias, escolha a praia que melhor se adequa às suas necessidades de lazer e turismo.

A melhor para um mergulho

Não é preciso ir longe. Ao pé do marco de fundação, a Praia do Porto da Barra é uma das mais frequentadas de Salvador. Com águas mornas, límpidas, quase sem ondas, é ideal para as crianças, mas também para quem quer dar aquele mergulho. Fica em uma espécie de enseada, entre o Farol e o Forte Santa Maria, nos contrafortes da encosta do bairro da Vitória. Esta praia é um dos pontos turísticos da Bahia, com vários hotéis, bares e restaurantes. Além de aulas de esportes aquáticos, ainda tem o Museu da Fotografia e o Espaço Carybé, e os Forte de Santa Maria e o de São Diogo.

Mas Salvador ainda guarda outros “segredos”, como a Praia ao lado do Museu de Arte Moderna, um espaço recém descoberto que tem virado “point” nos últimos verões. Mar cristalino, vista deslumbrante da Baía de Todos os Santos e obras de arte. Este esconderijo está no pé da Avenida Contorno, coladinho ao Bahia Marina. Ali, a pequena enseada de águas calmas e cristalinas, é onde fica a Prainha do Mam – Museu de Arte Moderna da Bahia, frequentada por moradores, turistas e, principalmente, jovens descolados, o que transformou a faixa de areia num dos points de maior burburinho dos últimos tempos. A praia funciona como ponto turístico e área de lazer, já que está dentro do Parque de Esculturas, que, quando inaugurado no final dos anos 90, foi o primeiro espaço cultural do país especialmente planejado para mostra permanente de esculturas ao ar livre.

A melhor para surfar

A Praia de Jaguaribe é localizada na foz do rio homônimo e entre as praias de Patamares e Piatã. Com vários coqueiros no decorrer da orla, o calçadão também conta com uma pista para cooper e uma ciclovia. O local já sediou campeonatos de vários esportes, entre eles, o surfe. O mar de cor verde tem ondas bem fortes e é lá que estão as principais escolinhas de surfe e de kite surfe da cidade.

Jaguaribe é uma praia urbana, como Stella Maris, já próximo ao município de Lauro de Freitas, possui águas limpas e mornas, mesmo com fortes ondas para a prática dos esportes mais radicais. Até quando fica mais cheia nos finais de semana, são lugares possíveis para ir e relaxar, e mesmo com ondas, são seguras. Próximo às duas praias, tem supermercados, restaurantes, farmácia e estacionamento na orla.

Mergulho, velejar e nadar

No extremo da cidade, a Praia de São Thomé de Paripe fica coladinha à praia privada da Marinha, a de Inema, que tem, sido visitada nos últimos anos por todos os presidentes da República. Em maré alta, a água é transparente, sem ondas e própria para o mergulho, a natação os esportes a vela. Possui boa infraestrutura de serviços e uma deslumbrante vista dos extremos da Baía de Todos os Santos.

Itapuã

Situada ao norte da cidade, Itapuã está fora da Baía de Todos os Santos. Lá também acontece a formação de corais chamada angra – pequena baía ou enseada- fazendo do lugar uma área protegida. O mar calmo de ondas médias é banhado pelo oceano Atlântico com água esmeralda. Em determinados lugares existem grandes pedras que formam piscinas naturais. Dependendo do ponto da praia onde você ficar é possível praticar surfe e outros esportes aquáticos.

A Rua da Música – também conhecida como Rua K – era o local onde, nos anos 70 e 80, artistas, músicos e esportistas de salvador frequentavam. Até hoje é o ponto de encontro para esportistas em geral e para quem quer praticar Windsurfe e S.U.P. Vários atletas já passaram por Itapuã: Allan do Carmo (maratona aquática), Ana Marcela Cunha (maratona aquática), Ricardo e Emanuel (campeões de duplas de vôlei de praia) entre outros. Dizem que o Bebeto, famoso jogador da Seleção Brasileira de Futebol, também jogou muito “baba” por lá.

As surpresas das ilhas

Para quem quer fugir um pouco do aspecto urbano, mas usufruindo da infraestrutura de serviços, Salvador possui duas ilhas com praias de tirar o fôlego. Na Ilha dos Frades, a menos de uma hora do centro de Salvador, no interior da Baía de Todos os Santos, está a Praia de Ponta de Nossa Senhora de Guadalupe. Ela é a primeira praia de Bandeira Azul, um selo internacional que atesta a balneabilidade e limpeza do local.

Na outra ilha, em uma distância equivalente, a dos Frades, está a Praia de Nossa Senhora das Neves, de areia muito branca, quase sem ondas, e que na maré baixa possui uma ampla área de manguezal. Tanto Ilha de Maré como Ilha dos Frades, tem serviços de transportes marítimos diários no Terminal Turístico de Salvador, e no Terminal de Embarque de São Thomé de Paripe.

Compartilhar: