简体中文NederlandsEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol
Home > Destinos Incríveis > Bahia e Salvador no topo do turismo na pós-pandemia

Bahia e Salvador no topo do turismo na pós-pandemia

Publicado em: 16/09/2020
Por: Adilson Fonsêca


O chamado “novo normal” colocam o Estado da Bahia e sua capital, Salvador, como os principais destinos para viagens turísticas pela maioria dos brasileiros, tão logo sejam permitidas pelas autoridades sanitárias. Uma pesquisa, contida no Relatório de Sondagem Turística do| Brasil, indicam a preferência dos brasileiros.

A Bahia, com 13 regiões turísticas, é o estado com maior diversidade geográfica e climática, além de possuir a maior extensão de litoral no Brasil. São 1.100 quilômetros de praias com, as mais diferentes características, desde as ideais para a prática do surf, como em Itacaré, às paradisíacas piscinas e estuários com extensos manguezais na Península de Maraú ou mesmo na Baía de Todos os Santos.

ÉW na Bahia também q eu está a maior extensão do Rio São Francisco, com extensas planícies, canyons e corredeiras, mas regiões do Lago de Sobradinho e Paulo Afonso. O Estado possui ainda uma das maiores áreas de preservação ambiental no País, que é a Chapada Diamantina, onde o clima de montanha prevalece em vários municípios, além de ter uma diversidade de fauna e flora como em poucos lugares.

Já Salvador, primeira capital do Brasil, fundada em 1549, a diversidade vai além da geografia. Localizada na entrada da Baía de Todos os Santos, com uma geografia em “V”, que lhe permite dois cenários de litoral, um em mar aberto e outro em águas interiores, a capital baiana se destaca pela sua diversidade cultural, gastronômica e religiosa.

A cidade possui um Centro Histórico que é tombado como Patrimônio Histórico e Arquitetônico, pela ONU (Organização das Nações Unidas). No Pelourinho e no seu entorno, as manifestações culturais acontecem em ruas, ladeiras e becos, e se faz presente nos inúmeros casarios históricos, t6rasformados em ateliers, restaurantes, museus e espaços culturais.

A cidade, berço da musicalidade, com artistas de renome como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Vinicius de Moraes, entre outros, se destaca no seu carnaval e nas suas festas religiosas, onde o sincretismo se faz mais forte, unido os diversos credos, como na Lavagem do Bonfim ou na Festa de Iemanjá. A tudo isso se soma a diversidade da gastronomia, que une em sabores as tradições deixadas pelos antigos es cravos africanos, os povos indígenas e os colonizadores portugueses, mais tarde acrescidas pelos imigrantes europeus.

No Topo

Entre os destinos nacionais apontados na lista de desejos da maiortia dos brasileiros, o Estado da Bahia aparece no topo para 18,2% dos entrevistados. A Bahia fica a frente de São Paulo (11,7%) e Rio de Janeiro (10,6%). A cidade mais procurada, segundo o levantamento, é Salvador, primeira opção entre 9,87% dos entrevistados. O segundo é o Rio (4,62); a terceira cidade mais citada é Recife (4,46%).

A maioria dos entrevistados sinaliza que o objetivo principal da viagem é lazer (65,7%). Outros 22,1% apontam a visita a amigos ou parentes como justificativa de uma possível viagem. Há, ainda, 7,3% que deve viajar a negócios ou trabalho. A pesquisa foi realizada entre os dias 9 e 22 de julho com 1.600 entrevistados. A margem de erro estimada é de 2,45 pontos percentuais para mais ou para menos, para o total da amostra, calculada para um intervalo de confiança de 95%.

Compartilhar: