简体中文NederlandsEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol
Home > Destinos Incríveis > Mar, rio e muita tranqüilidade na encantadora vila de Imbassaí

Mar, rio e muita tranqüilidade na encantadora vila de Imbassaí

Publicado em: 09/08/2020
Por: Antonio Luiz Diniz


Quem gosta de praia e tranqüilidade o melhor destino é Imbassaí, a 65 km do Aeroporto de Salvador, na Costa dos Coqueiros, município de Mata de São João, Litoral Norte de Salvador.

Imbassaí era uma antiga aldeia dos índios Tupi que batizaram a localidade com este nome que significa caminho do Rio. E é justamente o rio que torna o destino Imbassaí mais atrativo.

O encontro do rio que dá nome ao vilarejo com o mar, permite aos turistas alternar banho de água a doce e salgada. O rio inclusive é uma atração especial para os visitantes, principalmente para as crianças.

Para chegar à praia a melhor opção é fazer a travessia do rio nas jangadas que é o primeiro aperitivo para os visitantes. No rio tem também aulas de caiaque, stand up paddle. O mar é aberto, com ondas fortes, por isso o rio é a melhor opção pela tranqüilidade e segurança.

Em um deque especial construído pela prefeitura após uma ressaca que destruiu as barracas, o visitante encontra vários boxes servindo bebidas, tira-gosto e refeições com destaque para o Espaço Acos, comandado pelo artesão, radialista e agitador cultural Pedrão com os filhos Diogo e Laila onde se encontra lagostas, camarão, peixe e petiscos diversos. Detalhe: a petitinga frita é a melhor da Bahia.

Imbassaí tem dois resorts para quem gosta de mordomia e pode pagar mais caro, mas para quem curte um local simples com preço mais em conta existem inúmeras pousadas no vilarejo e a Pousada Praia de Imbassaí, que fica a cinco minutos da praia é uma boa opção. Seu restaurante é muito bom com destaque para um escondidinho de camarão que faz sucesso e serve também uma pizza deliciosa.

Imbassaí também pode ser um ponto de partida para passeios na região. Fica a 11 km de Praia do Forte onde os turistas podem visitar a Reserva de Sapiranga, o Castelo Garcia D’Ávila, construído no Século XVI e o Projeto Tamar.

Compartilhar: