简体中文NederlandsEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol
Home > Destinos Incríveis > No Santo Antônio, delícias da gastronomia regional e internacional

No Santo Antônio, delícias da gastronomia regional e internacional

Publicado em: 01/11/2020
Por: Adilson Fonseca


Riquíssimo em arquitetura colonial nos mais diversos estilos, do barroco ao clássico, o Centro Histórico de Salvador também reserva surpresas na área de gastronomia, em bistrôs, cafés, bares e restaurantes situados no seu entorno, em bairros da área do centro antigo. Instalados em casarões coloniais, mas com estruturas internas servem um cardápio dos mais variados, da comida tradicional baiana à mediterrânea e até mesmo a vegana.


Situado em um dos extremos do centro histórico de Salvador, o bairro de Santo Antônio Além do Carmo está a passos do Pelourinho. Assim como seu vizinho, o Carmo tem casinhas históricas coloridas, muitas pousadas, algumas galerias de arte e uma profusão de simpáticos restaurantes e bares que apresentam diferentes tipos de gastronomia.
São locais que podem ter o charme aliado à simplicidade do Poró, que se esmera na comida brasileira conta com uma ambientação que mistura guarda-chuvas coloridos e flores em uma explosão de cores que se harmonizam com os sabores do menu. Ou a Costelinha Bêbada, que vem com duas ripas de costelinha suína assadas na caipirinha acompanhadas de batata doce frita, farofa e couve manteiga salteada. Ou ainda o Robalo fresco grelhado com vatapá de inhame, quer pode ser encerrado com a deliciosa sobremesa de banana com sorvete de canela.


Um Botequim clássico – Um dos mais clássicos e conhecidos é Bar Cruz do Pascoal, do Bar Cruz do Pascoal do tipo de botequim clássico, que serve menu regional em clima informal, além de manter objetos originais do tempo de empório, com destaque para uma enorme máquina registradora metálica de botões e teclados.
Fundado em 1952 pelo espanhol Porfírio Amoedo, o Bar Cruz do Pascoal é famoso pela cerveja gelada, pelos saborosos petiscos e pela privilegiada e disputadíssima vista para a Cidade Baixa e a Baía de Todos os Santos. O bar é frequentado por artistas, boêmios, turistas, cidadãos comuns e moradores do bairro.
Refeições veganas –O Rango Vegan é um restaurante 100% vegetariano. Nasceu em 2006, formado por mulheres que visavam, através de um trabalho em cooperação, a geração de renda vinculada à filosofia vegana. O menu é variado e o preço super convidativo, com valor fixo, que contempla salada, prato principal e copo de suco.
Um dos mais pedidos é o delicioso boliviano vegan. Para quem ainda curte carne, essa é a melhor opção porque o gosto é bem próximo. Experimente também o hambúrguer de alga, o bobó de shitake com legumes e a torta de tofu com algas marinhas. E para adoçar, a torta de chocolate com chantilly e morango e o suco de manga, maracujá e gengibre. Para completar, o restaurante é aconchegante e ainda tem um espaço com vista para o mar.


Comida Africana – O Zanzibar é uma deliciosa experiência gastronômica que transita entre África e Brasil. A cozinha traz pratos exóticos como o africano ”ébubu fulô”, peixe temperado com gengibre e molho de camarão e purê de banana da terra, o imperdível Arroz de Auca com camarões ou o ”abaianado” e saboroso camarão com molho de tomate e pimenta dedo-de-moça, servido com batata doce e quiabo. A casa tem menu inspirado no Benin, na África. A decoração é linda, as mesas postas e coloridas, sincretismo religioso por toda parte.
Cervejas artesanais – A fachada de azulejos antigos funciona como a capa de um livro que surpreende a cada página: assim é o Espaço Cultural D’Venetta. Mais do que um restaurante que serve pratos deliciosos como maniçobas, feijoadas e bebidas tropicais, o local é ponto de encontro de artistas, exposições, DJs, e toda forma de cultura, resistência e luz na cidade.
Os espaços agradam diferentes gostos, desde a varanda de entrada até os terraços no quintal dos fundos. Objetos antigos compõem a decoração da casa. O cardápio é simples, mas os pratos são muito bem executados. Pratos típicos são servidos em cumbucas de barro, um charme à parte. Um restaurante para todos os sentidos!
Já o Bar do Ulisses é um lugar agradável, com fachada bem conservada, pintada em azul royal com detalhes brancos, já é um indício de que o lugar oferecerá um belo programa. O Bar do Ulisses já virou uma atração turística do Centro Histórico de Salvador. Ótimo serviço, comida baiana saborosa, caipirinha bem preparada.
Comece com o bolinho de cabelo de anjo, siga com o peixe frito, famoso pela “crocância” e, para arrematar, peça uma cerveja que sempre (repetindo: S.E.M.P.R.E.) está estupidamente gelada! Vale muito ver o pôr do sol da varanda. A vista da Baía de Todos os Santos é espetacular! Ah! E se tiver fila de espera, vale a dica para se sentir local: vá tomando um dos famosos drinks já ali na calçada.

Responder
Encaminhar

Compartilhar: