简体中文EnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol

Destinos Incríveis

Praia do Forte, o paraíso das tartarugas

Postado em: 16/05/2018
Por: Alex Ferraz

 A Praia do Forte, no sofisticado litoral norte de Salvador, já é, por si só, um atrativo turístico internacional. No entanto, há detalhes que aguçam e deleitam ainda mais os visitantes Um deles é o Projeto Tamar, para preservação das tartarugas marinhas.

Lá, onde milhares de tartaruguinhas são devolvidas ao mar, todos oanos, existe o Museu do Tamar, criado em 1982. Junto com a base de pesquisa, ocupa uma área total de dez mil metros quadrados, cedida pela Marinha do Brasil, no entorno do farol Garcia D’Ávila.

A biodiversidade, a beleza natural e a riqueza histórica e cultural desta região turística fazem do museu um dos mais frequentados do Brasil, atendendo a cerca de 600 mil pessoas/ano, entre membros da comunidade, estudantes, pesquisadores e turistas brasileiros e estrangeiros.

Entre tanques e aquários, são 600 mil litros de água salgada com exemplares da fauna marinha da região e de quatro das cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no Brasil, em diferentes estágios do ciclo de vida.

Não bastasse a alegria de ver uma espécie praticamente indefesa, embora com longa vida quando não caçada, ser preservada com tanto carinho, o local oferece ainda outras atrações, como, por exemplo, a Serenata do Tamar, realizada todos os sábados, a partir das 20h, proporcionando uma noite à beira-mar, com o melhor da cozinha local e música de qualidade. A cada semana, uma apresentação musical acontece em tom aconchegante e intimista.

É muito fácil chegar a Praia do Forte: partindo de Salvador, ela fica a cerca de 60 km ao norte de Salvador (75km do Centro e 50km do aeroporto internacional), através da BA-092, conhecida como Estrada do Côco. Há saídas regulares de ônibus e vans da estação rodoviária e de outros pontos da Av. Paralela de Salvador.

Compartilhar:

Outras
Notícias