简体中文NederlandsEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol
Home > Destinos Incríveis > Grutas da Lapa, onde os romeiros renovam sua fé

Grutas da Lapa, onde os romeiros renovam sua fé

Publicado em: 10/01/2020
Por: Alex Ferraz


Imagine uma capela erguida numa gruta. Imagine a fé de um povo que para lá se dirige nos velhos “pau-de-arara”, caminhões improvisados para transportar romeiros. Imagine uma cidade se transformar em santuário, abrigar romeiros de todo o Nordeste e reverenciar um santo.

Estamos na Lapa e aqui todos vêem para rezar aos pés do Bom Jesus da Lapa. Pedir e, acima de tudo, agradecer pelas graças alcançadas. E está chegando o dia da grande festa. A semana, talvez fique melhor.

O mês é agosto, quando até 400 mil visitantes lotam a cidade de Bom Jesus da Lapa, a cerca de 850 quilômetros de Salvador, para comemorar o dia do padroeiro a cidade, ao qual são creditadas graças alcançadas. A romaria é considerada a terceira maior do País e é realizada há cerca de 320 anos.

Tudo teria começado no século XVII, quando Francisco Mendonça Mar, português, fez uma peregrinação pelo interior da Bahia, conduzindo imagens de Nossa Senhora da Soledade e Senhor Bom Jesus. Reza a história que foi esse português quem descobriu a belíssima gruta da cidade (aliás, localizada numa região de muitas grutas) e resolveu criar ali um santuário.

Começou com um grupo pequeno, com Francisco, mas hoje são aproximadamente dois milhões de peregrinos que passam todos os anos no santuário do Bom Jesus da Lapa,  garantem os religiosos que cuidam do local.

Conhecida como a capital baiana da fé, Bom Jesus da Lapa, cidade com 70 mil habitantes, no oeste do estado, vive temporada de festas religiosas a partir agosto, período que se prolonga até janeiro.

O ponto alto é no período de 28 de julho a 6 de agosto (dia dedicado ao padroeiro do município), quando a cidade concentra mais de 500 mil romeiros no Novenário e na Festa de Bom Jesus.

A programação é marcada por missas no santuário, homenagens e procissões pelo circuito religioso da cidade. Os visitantes participam também de procissões pelas grutas que marcam o cenário de fé em Bom Jesus.

De julho a setembro ocorrem na cidade três grandes romarias católicas: a da Terra e Água, a de Bom Jesus e a de Nossa Senhora da Soledade.

Compartilhar: