简体中文NederlandsEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol
Home > Destinos Incríveis > Em Campo Formoso, o Sertão esconde grutas fabulosas

Em Campo Formoso, o Sertão esconde grutas fabulosas

Publicado em: 25/07/2020
Por: Adilson Fonsêca


Quem já ouviu falar do ciclo de esmeraldas na Bahia lembra logo da cidade de Campo Formoso, na Região Norte do Estado e encravada no Polígono da Seca, região do Semiárido Baiano. Mas além das pedras preciosas, retiradas em minas profundas, quem atraem aventureiros de várias partes do País, a cidade tem um novo atrativo que vem despertando a atenção de turistas e estudiosos: as grutas.

Conhecida pelo comércio de esmeraldas, extraídas de dois pólos minerais: Carnaíba e Socotó, esta na vizinha cidade de Pindobaçu, Campo Formoso atrai um novo público, que vão em busca das muitas cavernas com diversos tipos de formação interior. Entre elas está a maior gruta, em extensão, do Hemisfério Sul: a Toca da Boa Vista, maior caverna conhecida do Brasil, com mais de 100 quilômetros de galerias mapeadas até 2007, e um dos mais importantes sítios espeleológicos e paleontológicos brasileiros.

Esta imensa gruta, juntamente com as cavernas Toca da Barriguda, Toca do Calor de Cima, Toca do Pitu e Toca do Morrinho, constituem um conjunto de relevância geológica mundial. E para lá se dirigem com freqüência estudantes e especialistas em Arqueologia, Espeleologia, Paleontologia e turistas interessados em descobrir os segredos subterrâneos que se escondem nesses locais.

Toca da Boa Vista – É a maior caverna do Hemisfério Sul, com 102,5 km mapeados e topografados pelo Grupo Bambuí de pesquisas Espeleológicas, ocupando a 11ª posição entre as maiores cavernas do Planeta. Possui uma morfologia atípica e riquíssima do ponto de vista científico.

Toca da Barriguda – È a segunda maior caverna do Brasil. A Toca da Barriguda é uma gruta com características cênicas, por possuir vários Salões ornados de estalactites e estalagmites, escorrimentos e Conduto da Caatinga com 16.400 metros quadrados. Possui ainda ossadas fósseis e evidências paleoambientais, que são abundantes nessa caverna, fazendo da mesma um importante museu natural. Seu percurso é de 30 quilômetros .

Pontes do Sumidouro
– É um conjunto de grutas representadas por três pontes calcárias que cortam o Rio Pacuí, constituindo-se vestígios de uma grande caverna por onde esse corria subterraneamente. Os intervalos entre essas pontes são grandes abatimentos do teto da antiga caverna. A primeira ponte com extensão de 85 metros de extensão é caracterizada por um grande volume de blocos abatidos, exibindo formas de cascata nas paredes. A segunda ponte tem 305 metros e apresenta uma densidade maior de estalactites, cascatas, cortinas e outros. A terceira ponte é tem 310 metros

A Gruta do Convento – Está situada próxima ao povoado de Abreus, e destaca-se pela beleza subterrânea, emoldurada por clarabóia, quanto pelo seu valor religioso, atraindo romeiro devotos de Nossa Senhora Aparecida.

A Toca da Onça ou Gruta da Tiquara – Fica no povoado de Tiquara e se destaca pelo conjunto de pinturas rupestres.

Como chegar

Campo Formoso fica a 406 quilômetros de Salvador, pela BR-0324 até Feira de Santana e de lá seguindo pela BR-116 Norte até o entroncamento para Serrinha, de onde se segue em direção ao município de Capim grosso e de lá pela BR-0407 até a entrada de Senhor do Bonfim. De Senhor do Bonfim para lá são 26 quilômetros. Existe linha regular diária de ônibus saindo do terminal Rodoviário de Salvador.

Compartilhar: