简体中文NederlandsEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol
Home > Gastronomia > Vai ao Pelô? Que tal uma parada no Cravinho

Vai ao Pelô? Que tal uma parada no Cravinho

Publicado em: 20/05/2019
Por: Adilson Fonsêca


O Carnaval já acabou, mas para quem está no Centro Histórico de Salvador uma boa dica é não deixar de dar uma passada no Cravinho. A comida é muito boa, os petiscos, de dar água na boca e o cravinho…. Vai lá, conferir.

O local é bastante frequentado por baianos e turistas, atraídos pelo ambiente entre moderno e rústico, com cada espaço no balcão ou em um dos quatro ambientes do seu interior, bastante disputados pela clientela. O cravinho (a bebida) é o mais consumido, normalmente acompanhado de uma moqueca de ovo de galinha, isca de fígado e a tradicional farofa, sempre acompanhado de um farto molho de pimenta com muito coentro. As bebidas saem diretamente dos barris de Carvalho, Cedro e Pau D`Arco, exposto à vistas dos clientes.

Criado no início dos anos 80, com o objetivo claro de difundir as infusões que eram consumidas pelos nossos antepassados da época da escravidão, o Bar e Restaurante o Cravinho é a porta de entrada para quem quer curtir o carnaval e todas as festas que ocorrem durante o ano todo no Pelourinho. Está logo na esquina, defronte à Catedral Basílica, e se tornou parada obrigatória de boêmios e curtidores. E são quase 40 anos de sucesso.

O Cravinho possui quatro ambientes internos: o cravinho, logo na entrada, o jatobá, segundo ambiente, a cachaçaria, ao lado do cravinho, e finalmente a senzala vip. Em todos eles o requinte do serviço artesanal, característica da casa, que serve as mais diversas infusões de bebidas, herança dos antigos escravos do Brasil Colônia.

Todos os espaços do Cravinho montado e decorado em madeira nobre: Pau D’arco. O restaurante possui uma grande quantidade de bebidas típiucas de infusão como: Cravinho (cachaça, cravo, mel e limão) que é o carro-chefe da casa e largamente consumida; Canela (cachaça, canela, mel e limão);
Jatobá (cachaça, Casca de Jatobá, mel e limão) e Senzala (cachaça, vinho, Catuaba, Jatobá, mel e limão.

Compartilhar: