简体中文NederlandsEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol
Home > Destinos Incríveis > Cajaíba, arquitetura colonial e praias num patrimônio histórico

Cajaíba, arquitetura colonial e praias num patrimônio histórico

Publicado em: 03/10/2019
Por: Alex Ferraz


Você é baiano mesmo? Conhece tudo dessa terra? Então, onde fica Cajaíba? É possível que muitos que ouçam essa pergunta não tenham a resposta.

Casarões antigos datados até do século XVII e um histórico engenho de açúcar com arquitetura neoclássica emolduram esse cantinho da Bahia.

Esses são alguns dos atrativos da Ilha de Cajaíba, no município de São Francisco do Conde, a cerca de uma hora de viagem a partir de Salvador, com acesso via BR-324, pegando a estrada estadual que leva também aos municípios de Santo Amaro e Cachoeira.

A riqueza deste patrimônio histórico inabitado, mas aberto para o ecoturismo, disputa lado a lado com as lindas paisagens e belas praias.

Aliás, por falar em história, nunca é demais lembrar que foi ali que o poeta Gregório de Matos, considerado um dos maiores autores barrocos do Brasil, descobriu a mulata Anica, que foi fonte de inspiração para várias obras suas.

Na Ilha de Cajaíba, seguranças tratam de manter as normas para a preservação do local e o tempo de visitação permitido é de cerca de três horas e meia, num roteiro náutico e trilha ecológica até a Praia do Sodré, a mais famosa do local.

Tudo começa em São Francisco do Conde, cidade em frente à qual está Cajaíba, separada do continente por um canal.

Em tempo: um casarão de Cajaíba foi usado como locação para a telenovela Velho Chico, da Rede Globo.

Compartilhar: