简体中文NederlandsEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol
Home > Gastronomia > Turismo baiano se consolida como um dos principais destinos no Brasil

Turismo baiano se consolida como um dos principais destinos no Brasil

Publicado em: 29/03/2019
Por: Adilson Fonsêca


Somente no verão, que vai de dezembro a março, a Bahia recebeu mais de seis milhões de turistas nacionais e estrangeiros. Um crescimento acima dos 7% em um momento ainda de recessão na economia, mas que revela que a Bahia cada vez mais se consolida como num dos principais destinos turísticos no País.

E não apenas por causa do carnaval, de longe a maior festa popular do mundo, mas também pelos inúmeros atrativos nas sujas 12 zonas turísticas espalhadas por todo o estado, desde o litoral, com seus 1.200 quilômetros de extensão e mais de 300 praias, aos rincões da Chapada Diamantina, o principal destino do ecoturismo no Brasil,, e as atrações do Vale do São Francisco, Oeste, Vale do Jiquiriçá e Baía de Todos os Santos.

Avaliação promovida pela Secretaria Estadual do Turismo sobre os resultados alcançados com o Verão na Bahia revelam o sucesso da alta temporada, em destinos que estão entre os mais procurados do País, como Porto Seguro, Itacaré, Morro de São Paulo, Salvador e Praia do Forte, dentre outros.A ampliação da infraestrutura, como a melhoria nos aeroportos, estradas e o metrô na capital, estão entre os fatores que contribuíram para assegurar tranquilidade aos visitantes, oferecendo a perspectiva de crescimento sustentável para o setor. A Bahia recebeu neste verão cerca de 6 milhões de turistas, o que representa expansão da atividade em cerca de 7,5%.

São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Distrito Federal destacaram-se entre os principais emissores de turistas nacionais. Entre os estrangeiros, as nacionalidades mais presentes foram argentina, espanhola, italiana, francesa, alemã e norte-americana. Este fluxo turístico colocou a Bahia entre os cinco estados mais visitados durante o período de férias escolares, de acordo com levantamento do Ministério do Turismo. A lista inclui Rio de Janeiro, Santa Catarina, São Paulo e Minas Gerais.

Para exemplificar os bons resultados alcançados pelo Governo da Bahia, equipe técnica da Setur apresentou índices registrados no primeiro final de semana de janeiro, quando foi intenso o movimento nas praias do Litoral baiano. O Morro de São Paulo (zona turística da Costa do Dendê) obteve elevada ocupação hoteleira durante o Réveillon e iniciou janeiro com média em torno de 90%. Os índices positivos foram extensivos a diferentes zonas, como Salvador (Baía de Todos-os-Santos), Costa do Descobrimento, Costa dos Coqueiros e Chapada Diamantina.

“Ocupação hoteleira em alta é sinônimo de movimentação econômica – estimada em mais de R$ 6 bilhões – e geração de empregos”, afirmou o secretário do Turismo, Fausto Franco, ao analisar o relatório. Para manter o crescimento sustentável e combater os efeitos da sazonalidade, o Governo do Estado iniciou, em janeiro, as ações promocionais nos mercados nacional e internacional (Nova Iorque, Madri, Bogotá, Berlim, Lisboa, Assunção, Santiago, Shangai, Londres, Lima e Buenos Aires, dentre outras cidades), intensificando a promoção do destino Bahia.

Feiras – Reforçando a vocação turística do Estado, a Bahia vai estar representada, até o mês de novembro, em 32 feiras internacionais de turismo e 21 eventos nacionais, a fim de divulgar atrativos turísticos e trazer um número ainda maior de visitantes. Novos investimentos em comunicação digital também serão feitos ao longo do ano para aproximar ainda mais a Bahia dos mercados emissores.

Compartilhar: